Mulheres ignoram sinais de problemas no coração

Quando se trata de doenças cardíacas, um novo estudo concluiu que as mulheres são mais propensas do que os homens a demorar em procurar cuidados médicos quando existem sintomas que podem significar a presença de doenças cardíacas.

“O principal perigo é que quando alguém chega ao hospital com um estágio mais grave ou avançado de doença cardíaca, e nesses casos existem muito menos opções de tratamento disponíveis”; a autora do estudo, Catherine Kreatsoulas, Fulbright Scholar e pesquisadora da Harvard School of Public Health, disse em um comunicado de imprensa da Heart and Stroke Foundation of Canada.

Neste estudo, os pesquisadores conversaram com pacientes que procuraram atendimento médico para angina( doença coronária) e estavam esperando para se submeterem a exames de angiograma (para procurar sinais de doença arterial coronariana). Angina, ou dor no peito, ocorre quando o coração não recebe sangue e oxigênio suficientes e é, geralmente, causada por obstrução nas artérias do coração.

Os pesquisadores descobriram que homens tendem a agir mais rapidamente quando percebem que desenvolveram sintomas e passaram menos tempo negando que os sintomas existiam ou descartando-os como não suficientemente importantes para exigir cuidados imediatos.

“As mulheres exibiram um viés otimista, sentindo que os sintomas passariam e melhorariam por conta própria”, disse Kreatsoulas. “Quando as mulheres sentem uma pequena melhora nos sintomas, tendem a desconsiderá-los por um maior período de tempo.”

Pesquisas anteriores sugerem que as mulheres são mais propensas a se preocupar em manter-se fora de perigo “e não necessariamente se preocupam com melhores opções de tratamento”, acrescentou Kreatsoulas.

A pesquisa foi apresentada durante o Canadian Cardiovascular Congress em Vancouver. As pesquisas divulgadas em conferências devem ser consideradas preliminares até que sejam submetidas ao processo de revisão pelos processos requeridos para serem publicadas em revistas médicas importantes.

Fonte: WebMD, HealthDay News – por Randy Dotinga

http://www.webmd.com/heart/news/20141029/women-often-ignore-signs-of-heart-troubl

Você pode gostar...