Diabetes e Doença Cardíaca na Mulher

diabetes_doença_cardiaca_mulher

Se você está acima do peso, você corre o risco de ter diabetes e se você é mulher, deve saber que o diabetes pode lhe afetar de forma diferente do que nos homens, principalmente em relação ao coração.
A incidência de diabetes está aumentando em toda população. Cerca de 16 milhões de americanos tem diabetes e um terço deles não sabem que isto está ocorrendo. Mais do que nunca, a prevalência do diabetes tipo 2 está aumentando, em decorrência de aumento da obesidade e do sedentarismo, que são fatores de riscos importantes nesta doença. O diabetes tipo 2 ocorre, principalmente, nos adultos em quanto que o tipo 1 geralmente já aparece na infância.
O diabetes tipo 2 predomina nas mulheres e é mais comum em pessoas com idade avançada. As mulheres que desenvolvem diabetes durante a gravidez (diabetes gestacional) tem maior risco de desenvolver diabetes tipo 2 no futuro.
O diabetes pode levar à cegueira, falência dos rins, problemas nos nervos e na circulação, doenças do coração e acidente vascular cerebral (AVC).
Alguns fatos importantes:
•Aproximadamente 90% do diabetes nos Estados Unidos é do tipo 2, que ocorre principalmente nas pessoas acima dos 45 anos;
•A incidência de diabetes tipo 2 está aumentando nos jovens, principalmente nos que são obesos, que não praticam atividades físicas ou que tem um histórico familiar de diabetes;
•A obesidade é um grande fator de risco para o desenvolvimento do diabetes.  A concentração da gordura na parte superior da cintura oferece alto risco para o desenvolvimento do diabetes tipo 2, do que o excesso de peso abaixo da linha da cintura;
•A prática regular de atividades físicas pode prevenir a diabetes. Enquanto o sedentarismo favorece o aparecimento desta doença.
Muitos estudos demonstraram que mulheres com diabetes correm maior risco (mais de três vezes) em desenvolver doenças do coração do que mulheres que não tem diabetes. Mesmo entre as mulheres mais jovens, o diabetes oferece alto risco de desenvolvimento de doenças cardíacas.
Porque as mulheres com diabetes correm alto risco de ter doenças do coração?
Quando as mulheres desenvolvem o diabetes, elas sofrem alterações que aumentam os riscos de doenças cardíacas, tais como aumento da pressão arterial, os níveis de HDL (o bom colesterol) caem e a quantidade de gordura abdominal aumenta. Mudanças semelhantes ocorrem, também, nos homens com diabetes, mas não nas mesmas proporções que nas mulheres.
De acordo com estatísticas recentes, o diabetes está crescendo entre mulheres de todas as raças, sendo as mais afetadas as de raça negra, as de descendência latina e finalmente as de raça indígena – americana.
O diabetes ocorre eqüitativamente entre homens e mulheres, segundo o NIH’s National Institute of Diabetes, Digestive and Kidney Diseases (NIDDK) – Instituto Nacional de Diabetes, de Doenças Digestivas e de Doenças dos Rins. Diferentemente dos homens, as mulheres raramente desenvolvem doenças cardíacas antes dos 45 anos. Entretanto, a quantidade de mulheres com diabetes se iguala aos homens na faixa etária dos 65 anos, onde a doença tem incidência igual nos dois sexos.
Algumas dicas
Se você é mulher ou se você tem diabetes pode prevenir o desenvolvimento dessa doença, ou se você tem diabetes pode prevenir complicações de longo prazo:
•Mantenha um estilo de vida saudável, se alimentando bem e praticando exercícios físicos regularmente. Alguns tipos de diabetes podem ser prevenidos com controle de peso e atividades físicas;
•Verifique se você tem algum fator de risco para o desenvolvimento do diabetes, tais como: idade superior a 45 anos, estar com o peso acima dos valores normais, ter algum parente próximo com diabetes, ter tido diabetes durante a gravidez e ser de raça negra, latina ou indígena – americana;
•Evite fumar cigarros. Embora não esteja diretamente relacionado ao diabetes, o fumo aumenta o risco de diversas doenças, como as doenças cardiocirculatórias;
•Se você corre o risco de desenvolver o diabetes, faça check-ups regularmente e converse com o seu médico sobre métodos para a prevenção.
Artigo baseado no site Medicinenet.com (http://www.medicinenet.com/script/main/art.asp?articlekey=23598 )
Obs: Qualquer informação médica aqui publicada tem apenas a finalidade de informar e em hipótese alguma substitui uma orientação e consulta médica de um profissional qualificado e habilitado.

Se você está acima do peso, você corre o risco de ter diabetes e se você é mulher, deve saber que o diabetes pode lhe afetar de forma diferente do que nos homens, principalmente em relação ao coração.

A incidência de diabetes está aumentando em toda população. Cerca de 16 milhões de americanos tem diabetes e um terço deles não sabem que isto está ocorrendo. Mais do que nunca, a prevalência do diabetes tipo 2 está aumentando, em decorrência de aumento da obesidade e do sedentarismo, que são fatores de riscos importantes nesta doença. O diabetes tipo 2 ocorre, principalmente, nos adultos em quanto que o tipo 1 geralmente já aparece na infância.

O diabetes tipo 2 predomina nas mulheres e é mais comum em pessoas com idade avançada. As mulheres que desenvolvem diabetes durante a gravidez (diabetes gestacional) tem maior risco de desenvolver diabetes tipo 2 no futuro.

O diabetes pode levar à cegueira, falência dos rins, problemas nos nervos e na circulação, doenças do coração e acidente vascular cerebral (AVC).

Alguns fatos importantes:

•Aproximadamente 90% do diabetes nos Estados Unidos é do tipo 2, que ocorre principalmente nas pessoas acima dos 45 anos;

•A incidência de diabetes tipo 2 está aumentando nos jovens, principalmente nos que são obesos, que não praticam atividades físicas ou que tem um histórico familiar de diabetes;

•A obesidade é um grande fator de risco para o desenvolvimento do diabetes.  A concentração da gordura na parte superior da cintura oferece alto risco para o desenvolvimento do diabetes tipo 2, do que o excesso de peso abaixo da linha da cintura;

•A prática regular de atividades físicas pode prevenir a diabetes. Enquanto o sedentarismo favorece o aparecimento desta doença.

Muitos estudos demonstraram que mulheres com diabetes correm maior risco (mais de três vezes) em desenvolver doenças do coração do que mulheres que não tem diabetes. Mesmo entre as mulheres mais jovens, o diabetes oferece alto risco de desenvolvimento de doenças cardíacas.

Porque as mulheres com diabetes correm alto risco de ter doenças do coração?

Quando as mulheres desenvolvem o diabetes, elas sofrem alterações que aumentam os riscos de doenças cardíacas, tais como aumento da pressão arterial, os níveis de HDL (o bom colesterol) caem e a quantidade de gordura abdominal aumenta. Mudanças semelhantes ocorrem, também, nos homens com diabetes, mas não nas mesmas proporções que nas mulheres.

De acordo com estatísticas recentes, o diabetes está crescendo entre mulheres de todas as raças, sendo as mais afetadas as de raça negra, as de descendência latina e finalmente as de raça indígena – americana.

O diabetes ocorre eqüitativamente entre homens e mulheres, segundo o NIH’s National Institute of Diabetes, Digestive and Kidney Diseases (NIDDK) – Instituto Nacional de Diabetes, de Doenças Digestivas e de Doenças dos Rins. Diferentemente dos homens, as mulheres raramente desenvolvem doenças cardíacas antes dos 45 anos. Entretanto, a quantidade de mulheres com diabetes se iguala aos homens na faixa etária dos 65 anos, onde a doença tem incidência igual nos dois sexos.

Algumas dicas

Se você é mulher ou se você tem diabetes pode prevenir o desenvolvimento dessa doença, ou se você tem diabetes pode prevenir complicações de longo prazo:

•Mantenha um estilo de vida saudável, se alimentando bem e praticando exercícios físicos regularmente. Alguns tipos de diabetes podem ser prevenidos com controle de peso e atividades físicas;

•Verifique se você tem algum fator de risco para o desenvolvimento do diabetes, tais como: idade superior a 45 anos, estar com o peso acima dos valores normais, ter algum parente próximo com diabetes, ter tido diabetes durante a gravidez e ser de raça negra, latina ou indígena – americana;

•Evite fumar cigarros. Embora não esteja diretamente relacionado ao diabetes, o fumo aumenta o risco de diversas doenças, como as doenças cardiocirculatórias;

•Se você corre o risco de desenvolver o diabetes, faça check-ups regularmente e converse com o seu médico sobre métodos para a prevenção.

Artigo baseado no site Medicinenet.com (http://www.medicinenet.com/script/main/art.asp?articlekey=23598)

Obs: Qualquer informação médica aqui publicada tem apenas a finalidade de informar e em hipótese alguma substitui uma orientação e consulta médica de um profissional qualificado e habilitado.

Você pode gostar...