Histórias e Memórias de uma UTI: Médico relata em crônica encontro com paciente que pressentiu infarto

Na década de 80 as portas das UTIs começaram a se abrir tornando mais flexíveis as visitas dos familiares aos pacientes lá internados.

Um ambiente desconhecido passou a surpreender os novos visitantes que ficaram impressionados com a parafernália de equipamentos e o desempenho muitas vezes agitado e estressante das equipes de profissionais que lá atuam.

Alguns chegaram a referir a UTI como o ” corredor da morte”.

Os intensivistas passaram a lutar contra esse conceito mostrando o que realmente acontecia: a UTI sempre foi o “corredor da vida”.

De nossa parte para desmistificar essa imagem e conceito escrevemos alguns livros de crônicas e histórias, destinados ao público leigo, onde ficava bem demostrado que nesse ” corredor da vida” aconteciam fatos inusitados, curiosos e até engraçados. Essas crônicas tiveram um impacto positivo mostrando que na UTI a vida corria com todas as suas nuances, seus percalços e curiosidades.

A crônica ” Pressentimento” publicada recentemente na Folha de São Paulo, numa reportagem sobre a Comemoração dos 50 anos de fundação da UTI do Einstein é um exemplo do que pode ocorrer num ambiente onde se luta dia e noite para salvar vidas.

Elias Knobel


Veja a reportagem completa em:

https://www1.folha.uol.com.br/seminariosfolha/2022/05/medico-relata-em-cronica-encontro-com-paciente-que-pressentiu-infarto.shtml