Mulheres que fumam têm mais risco de infarto que homens

Mulheres que fumam têm mais risco de infarto que homens

O tabagismo é um risco bem documentado de um dos tipos mais comuns de infarto agudo do miocárdio, porém, o efeito diferencial entre os sexos não havia sido quantificado até o momento.

Um estudo criterioso feito no Reino Unido envolvendo 3343 pacientes no período de 2009 a 2014 revelou que o tabagismo está associado a um aumento significativamente maior na taxa de infarto do miocárdio (IAMSST) em mulheres do que em homens. O maior risco foi encontrado em mulheres de 18 a 49 anos. A maior diferença de risco ocorreu na faixa etária de 50 a 64 anos nas mulheres e nos homens.

Este estudo quantifica o efeito diferencial do tabagismo entre os sexos, com as mulheres tendo um risco significativamente aumentado de Infarto do Miocárdio (IAM) do que os homens. Esta informação deve aumentar os contínuos esforços para prevenir a absorção do fumo e promover a cessação completa do tabagismo.

Fontes:

Differential Risk of ST-Segment Elevation Myocardial Infarction in Male and FemaleSmokers

Journal of the American College of Cardiology

Volume 73, Issue 25, July 2019DOI: 10.1016/j.jacc.2019.03.525