Tabagismo, um vício mortal

Tabagismo, um vício mortal

O tabagismo é conhecido por ser a primeira causa de doença cardiovascular e morte em nosso país e em todo o mundo.  Constituindo-se no maior risco controlável na prevenção de Doenças Cardiovasculares.

Quando comparados com indivíduos que nunca fumaram, os fumantes têm 2 a 3 vezes mais risco de sofrer acidente vascular cerebral, doença isquêmica do coração e doença vascular periférica. Homens possuem 23 vezes maior risco de desenvolverem neoplasias, enquanto mulheres possuem 13 vezes maior risco de desenvolver a mesma condição, elevando de 12 a 13 vezes o risco de doença pulmonar obstrutiva crônica. Observou-se também um aumento de 2,87 vezes na ocorrência de morte durante um infarto em fumantes quando comparados a não fumantes.

Fumantes apresentam percentual relativo mais elevado a vários tipos de câncer, como os de pulmões, boca, faringe, laringe, esôfago, estômago, pâncreas, rim, bexiga, colo de útero e mama.

Costumo dizer aos meus pacientes fumantes:

“Um dia você vai parar de fumar.”

Quando?

Que seja antes de ter uma complicação e não ter outra opção de parar esse vício mortal.