Como a pressão arterial elevada pode prejudicar a sua saúde

Como a pressão arterial elevada pode prejudicar a sua saúde

Lesão das artérias

Suas artérias devem ser robustas, elásticas e macias para mover o sangue rapidamente de seus pulmões e coração, onde recebe oxigênio, e transporta até os órgãos e outros tecidos. Pressão arterial elevada, ou hipertensão, força as paredes de suas artérias. Isso danifica o seu interior e favorece depósito de gordura, ou “placas de gordura “que se calcificam. Essa placa torna suas artérias mais rígidas e estreitas, o que dificulta a circulação.

Aneurisma arterial

Quando a pressão exerce uma força para fora de uma porção da parede da artéria tornando-a enfraquecida. Se romper, pode permitindo o escape de sangue para os diversos órgãos, que é uma condição clinica grave. Pode ocorrer em qualquer artéria, mas os aneurismas são mais comuns na aorta, a maior e importante artéria do seu corpo. Se você tiver uma artéria lesada você terá mais chances de ter um aneurisma, mesmo se não tiver pressão alta.

Doença Arterial Coronariana (DAC)

Quando a placa se acumula nas artérias do coração, ocorre uma diminuição do fluxo sanguíneo, há uma menor oferta de oxigênio e ocorrer uma dor no peito ou provocar uma alteração do ritmo cardíaco (”arritmia”). Uma obstrução total dessa artéria pode causar um ataque cardíaco( infarto)

Ataque cardíaco – Infarto do Miocárdio

Quando uma placa de gordura cresce, ou um aglomerado de cálcio se solta, e bloqueia completamente uma artéria em seu coração, pode ocorrer um ataque cardíaco (infarto). A obstrução impede que o coração receba oxigênio e nutrientes, o que pode causar sérias lesões inclusive irreversíveis.

Quando isso ocorre, a pessoa pode sentir pressão ou dor no peito, por vezes no braço, pescoço ou mandíbula. Pode ser difícil respirar e pode ocorrer tontura e náuseas

Doença Arterial Periférica (DAP)

DAP é como a DAC, afetando os vasos sanguíneos mais distantes do coração, como os braços, pernas, cabeça ou estômago. A pessoa pode sentir dores ou câimbras nas pernas, muitas vezes quando anda ou sobe escadas. Também pode se sentir muito cansado. A dor pode desaparecer com o repouso e retorna com exercício. Se não for tratada, o DAP pode trazer problemas mais sérios, como derrames, úlceras e perda de circulação nas pernas, o que pode acarretar amputação do membro.

Insuficiência cardíaca

A hipertensão arterial pode causar estreitamento das artérias. Com o tempo, o coração poderá trabalhar mais e se enfraquecer. Eventualmente, fica tão fraco que não pode bombear angue suficiente para o resto do organismo Esse fato ocorre na insuficiência cardíaca.

Coração dilatado

Como existe um maior esforço do coração, o músculo cardíaco pode se hipertrofiar. Como resultado, o coração pode crescer e permanecer dilatado. Quanto maior, menor a capacidade de exercer o seu trabalho, o que significa que os tecidos podem não receber o oxigênio e os nutrientes de que precisam.

Acidente Vascular Cerebral (AVC)

A hipertensão arterial é a principal causa de acidente vascular cerebral. Existem dois tipos:

  • Hemorrágico: uma artéria rompe no interior do cérebro.
  • Isquêmico: Um “coágulo”, se solta de uma placa e bloqueia o fluxo sangüíneo para as células cerebrais.

Parte do cérebro começa a morrer quando não recebe sangue suficiente. Isso pode prejudicar todas as funções do cérebro.

Demência

Pressão arterial elevada pode causar acúmulo de gordura e obstruções nas artérias que suprem o cérebro. O entupimento dessas artérias pode retardar o fluxo de sangue para o resto do corpo. Quando a condição é crônica pode alterar o funcionamento do cérebro levando a denominada “demência vascular”.

Pode afetar a sua maneira de pensar, falar, ver, memória – até mesmo o jeito com a pessoa se move. Isso geralmente acontece lentamente ao longo do tempo. Mas se ocorrer um derrame, poderá notar esses muito rapidamente.

Insuficiência renal

A hipertensão arterial é a segunda principal causa de insuficiência renal. Ela estreita e endurece os vasos sanguíneos que levam sangue para os Isso prejudica os “filtros ” existentes, (néfrons) recebam sangue e nutrientes suficientes. Isso pode eventualmente causar uma lesão irreversível dos rins

Problemas oculares

Com o passar do tempo, a pressão arterial alta pode retardar o fluxo sanguíneo para a retina, a camada de tecido sensível à luz na parte de trás do globo ocular. Também pode retardar a passagem do sangue para o nervo óptico, que contribui para enviar sinais para o cérebro. Ou pode embaçar sua visão ou, em alguns casos, fazer com que ela fique muito prejudicada Pressão arterial elevada também pode causar alterações nos fluidos, que situados na retina. Isso pode lesar os tecidos e distorcer a visão.

Problemas sexuais para os homens

A hipertensão arterial pode retardar o fluxo sanguíneo para qualquer parte do corpo. Sem sangue suficiente para o órgão genitais pode haver um comprometimento da ereção verificara disfunção erétil pode estar relacionada a elevação na pressão arterial

Problemas sexuais para mulheres

Seu corpo pode responder de forma diferente devido a um menor fluxo sanguíneo para a vagina, tanto antes quanto durante o ato sexual. Você haver um prejuízo durante ao período de excitação, e dificuldade para se atingir o clímax. A pressão alta também pode provocar cansaço e diminuir o desejo sexual.

Perda óssea

Pessoas com pressão alta geralmente têm mais cálcio na urina. Pode ser que a pressão arterial elevada faça com que seu corpo elimine muito mineral que é tão importante para a estrutura dos ossos Isso pode levar a fraturas, especialmente em mulheres mais velhas.

Apnéia do sono

Ocorre um relaxamento excessivo dos músculos da faringe e interrupção da respiração por alguns instantes, e de uma forma repetida enquanto você dorme. A hipertensão arterial pode causar apneia do sono, que por sua vez parece elevar a pressão arterial.

Fonte:

https://www.medicinenet.com/high_blood_pressure_hypertension_body/article.htm?ecd=mnl_spc_121118