Toalhas de cozinha podem estar repletas de bactérias

Toalhas de cozinha podem estar repletas de bactérias

Sua toalha de cozinha está deixando você doente? A resposta pode ser sim, se você usar a toalha para muitos propósitos, possuir uma família grande ou não seguir dieta vegetariana, de acordo com um novo estudo sobre investigação de germes nas toalhas.

Quarenta e nove por cento das toalhas de cozinha coletadas para o estudo estavam cheias de bactérias e a contagem bacteriana aumentou de acordo com o número de membros da família e crianças, relataram pesquisadores de um país insular no Oceano Índico.

“A contaminação cruzada está acontecendo na cozinha e essas bactérias podem atingir nossa comida e causar intoxicação alimentar”, disse a pesquisadora Susheela Biranjia-Hurdoyal. Ela é professora sênior no departamento de saúde da University of Mauritius.

Especificamente, os pesquisadores descobriram que toalhas usadas para uma variedade de tarefas – como limpar utensílios, secar mãos, segurar panelas quentes ou limpar superfícies – tinham mais bactérias do que toalhas usadas em uma única tarefa. Além disso, toalhas úmidas tinham mais bactérias do que as secas, revelaram os pesquisadores.

Das 49 amostras contaminadas com bactérias, 37% tinham Escherichia coli (E. coli), 37% com Enterococcus e 14% estavam contaminadas com Staphylococcus aureus (S. aureus).

Para o estudo, Biranjia-Hurdoyal e seus colegas realizaram testes em 100 toalhas de cozinha usadas por um mês. Eles classificaram os tipos de bactérias nas toalhas e também quantificaram as bactérias presentes.

Taxas mais elevadas de S. aureus foram encontradas entre famílias de baixa renda e aquelas com crianças.. O risco de E. coli foi maior em toalhas úmidas do que nas secas, de toalhas usadas em vários trabalhos, comparado com as que tiveram uso único, e daquelas usadas em lares não-vegetarianos.

Tanto E. coli e S. aureus foram encontrados em taxas mais elevadas em famílias com dietas não-vegetarianas.

E. coli é uma bactéria normalmente encontrada no intestino e é liberada em grande número nas fezes humanas. O S. aureus é uma bactéria encontrada no trato respiratório.

Conselho dos pesquisadores: “Evitem toalhas úmidas e com multiuso”, sugeriu Biranjia-Hurdoyal.

Kevin Sauer é professor associado de dietética na Kansas State University College of Human Ecology situada em Manhattan, Kansas. Ele disse: “O conselho-chave é manter-se atento à segurança alimentar ao preparar alimentos em casa, o que inclui a lavagem adequada das mãos, evitando a contaminação cruzada e cozinhando e armazenando alimentos nas temperaturas certas”.

Em um estudo de manipulação de alimentos que ele fez em 2015, Sauer descobriu que as toalhas de pano eram as mais contaminadas.

“No entanto, mesmo quando fornecidos com toalhas de papel descartáveis ​​de uso único, os participantes ainda foram observados usando essas toalhas, de uma forma que levou à contaminação adicional das superfícies de contato”, observou Sauer.

Sauer recomendou que as pessoas devem evitar toalhas nos locais de lavagem de mãos porque elas podem facilmente tornar-se contaminadas com germes virulentos provenientes de produtos derivados de carne.

“Além disso, a reutilização de toalhas contaminadas para limpar as mãos ou outras superfícies pode facilmente levar à contaminação cruzada e, portanto, não deve ser reutilizada durante a preparação das refeições, pois elas também podem contribuir para a contaminação das mãos, superfícies ou outros produtos alimentares”, disse Sauer.

Os resultados do estudo foram preparados para serem apresentados  durante encontro da American Society for Microbiology, em Atlanta. Os resultados devem ser considerados preliminares, porque   ainda não foram resvisados ou publicados em uma revista médica.

 

Fonte: HeathDays News

https://www.medicinenet.com/script/main/art.asp?articlekey=212942&ecd=mnl_spc_061218