Exercício físico – Um antídoto para a velhice

Exercício físico – Um antídoto para a velhice

Se você quer combater as consequências físicas do envelhecimento, praticar exercícios regulares pode ser sua melhor opção, relatam os pesquisadores.

As recentes descobertas “contradizem  a suposição de que o envelhecimento automaticamente nos deixa mais frágeis”, disse a pesquisadora Janet Lord, diretora do Institute of Inflammation and Ageing at the University of Birmingham, na Inglaterra.

No estudo a equipe avaliou 84 homens e 41 mulheres ciclistas, com idade entre 55 e 79 anos. Os homens tiveram que ter a capacidade de pedalar 62 milhas em menos de 6,5 horas, enquanto as mulheres tiveram que pedalar 37 milhas em 5,5 horas.

Ao contrário de um “grupo   controle” de adultos que não praticavam exercícios regulares, os ciclistas não tiveram perda de massa ou força muscular, não apresentavam aumentos relacionados à idade nos níveis de gordura ou colesterol e seu sistema imunológico era tão robusto quanto o de pessoas mais jovens.

Os ciclistas do sexo masculino também apresentaram níveis mais elevados de testosterona do que os homens no grupo controle, que era  sedentário, de acordo com os autores do estudo.

“Agora temos fortes evidências para  encorajar as pessoas a se comprometerem com exercícios regulares durante toda a vida.Essa é uma solução viável para o problema pois  estamos vivendo mais, mas não estamos mais saudáveis”, acrescentou Lord em um comunicado da universidade. As descobertas foram publicadas em 8 de março na revista Aging Cell.

O pesquisador Niharika Arora Duggal, também da Universidade de Birmingham, disse: “Esperamos que essas descobertas evitem o perigo de que, como sociedade, aceitemos que a velhice e a doença sejam companheiros normais, e que a terceira idade do homem seja algo a ser suportado e não usufruída “.

 

Fonte: MedicineNet

https://www.medicinenet.com/script/main/art.asp?articlekey=210689&ecd=mnl_sen_031318