Religião e psicoterapia, uma boa associação para tratar depressão

Religião e psicoterapia, uma boa associação para tratar depressão

A terapia cognitivo-comportamental (TCC) que incorpora as crenças religiosas pessoais pode aliviar depressão tão bem quanto uma TCC convencional.

Em um estudo publicado no The Journal of Nervous and Mental Disease, pesquisadores estudaram 132 adultos com idades entre 18 a 85 anos, que estavam deprimidos de forma moderada / intensa e tinham tido pelo menos uma doença crônica, como doenças do coração ou diabetes, nos últimos seis meses. Todos os participantes disseram que religião ou espiritualidade eram de alguma forma importante para eles, sendo que a maioria era constituída por cristãos.

Participantes foram randomicamente distribuídos em receber 50 minutos de TCC convencional ou TCC religiosamente integrada (TCCR) por 12 semanas. Os dois tratamentos foram providenciados via telefone ou computador. TCCR foi conduzida por terapeutas que tinham experiência em incorporar religiosidade a TCC. A TCCR seguiu os mesmos princípios e parâmetros da TCC convencional, mas realizada de forma a usar a religiosidade do próprio cliente durante a terapia para identificar e substituir pensamentos e comportamentos nocivos à saúde. Por exemplo, se uma pessoa em tratamento mencionava um versículo ou escritura que era relevante ao tratamento, o terapeuta encorajava o paciente a memorizar a passagem e meditar regularmente sobre ela.

TCC e TCCR funcionaram igualmente bem. Quase metade das pessoas em cada grupo evoluiu para remissão. TCCR foi ligeiramente mais afetiva nas pessoas que se identificaram como sendo mais religiosas.

Fonte: Health After50 http://www.healthafter50.com/alerts/depression_anxiety/Religion-Therapy-Good-Mix-Depression-Treatment_7584-1.html