Um terço dos adultos americanos não dormem o suficiente

Um terço dos adultos americanos não dormem o suficiente

Quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016 (HealthDay News) – Um em cada três americanos não dormem o suficiente de forma regular, segundo um novo estudo do U.S. Centers for Disease Control and Prevention (CDC)

Cerca de 35% dos adultos norte-americanos dormem em média menos de sete horas por noite, aumentando o risco de uma grande variedade de problemas de saúde,informaram pesquisadores do CDC em fevereiro de 2016 no Morbidity and Mortality Weekly Report.

Dormir menos de sete horas por noite tem sido associado com aumento do risco de obesidade, diabetes tipo 2, hipertensão arterial, doença cardíaca, acidente vascular cerebral, problemas mentais frequentes e até morte, segundo os autores do estudo.

“As pessoas têm de reconhecer que o sono é tão importante quanto o que estão comendo e quanto estão se exercitando “, disse Dr. Shalini Paruthi, codiretor do Sleep Medicine and Research Center, do St. Luke’s Hospital em St. Louis. “É um dos pilares da boa saúde.”

O estudo do CDC é o primeiro a documentar a duração estimada de sono para todos os 50 estados americanos, bem como o Distrito de Columbia, disseram os pesquisadores.

A American Academy of Sleep Medicine (AASM) e a Sleep Research Society recomendam que adultos com idades entre 18 e 60 devem dormir pelo menos sete horas cada noite para promover a boa saúde e o bem-estar.

“Parece haver uma espécie de bom ponto de corte, onde se você conseguir pelo menos sete horas, seu corpo e cérebro funcionarão da melhor forma “.

Ainda Paruthi, enfatiza um painel de 15 membros da AASM que chegaram a esta conclusão, depois de analisar milhares estudos sobre o sono.

A percentagem de pessoas que tem uma boa noite de sono varia muito de estado para estado, variando de 56% no Havaí para quase 72% por cento em Dakota do Sul, segundo o CDC.

O trabalho parece contribuir para que as pessoas a tenham uma boa noite de sono. Segundo os pesquisadores aquelas que são incapazes de trabalhar ou estão desempregadas possuem umaa duração de sono inferior ao nível considerado saudável (51% e 60%, respectivamente) quando comparada as pessoas empregadas (65%).

As pessoas com ensino superior também se mostraram mais propensas a dormir bem. Ainda de a cordo com a pesquisa a percentagem de pessoas que mantém duração do sono saudável foi maior entre as pessoas com um grau universitário ou superior (72%).

Pessoas casadas também dormem melhor, com 67% tendo sono saudável em comparação com 62% das pessoas que nunca se casaram e 56% dos divorciados, separados ou viúvos.

A maioria das pessoas não dorme o suficiente porque não esstá programando uma boa noite de sono como parte de seu dia agitado, disse Paruthi.

“Nossa sociedade é muito agitada”. Há muitas tarefas que devemos realizar em um dia”, disse ela. “O sono tende a ser algo que as pessoas não conseguem priorizar.”

A falta de saúde também pode desempenhar um papel privando as pessoas de descanso. Cerca de um quarto da população norte-americana sofre de apneia do sono, uma condição em que a respiração faz pausas ou cresce superficialmente durante o sono, disse o Dr. Jordan Josephson, um especialista em ouvido, nariz, garganta no Lenox Hill Hospital, em Nova York.

Apneia do sono está ligada ao excesso de peso, de acordo com os U.S. National Institutes of Health. Os investigadores do CDC descobriram que as pessoas da região sudeste dos Estados Unidos e nas Montanhas Apalaches tem o mínimo de sono, e, especialmente nestas regiões também têm altas taxas de obesidade e outras condições crônicas.

Pessoas que roncam e nunca se sentem bem descansadas devem ter em mente que podem estar sofrendo de apneia do sono, disse Josephson.

“Se você está roncando, as chances são que mesmo se você está realizando sete horas de sono, não são sete horas repousantes “, disse ele.

O AASM tem uma lista de dicas para uma “higiene do sono” destinada às pessoas que querem melhorar a qualidade de seu período de sono.

 

Elas incluem:

  • Vá para a cama no mesmo horário todas as noites e levante-se, no mesmo horário todas as manhãs.
  • Certifique-se que o quarto é um ambiente silencioso, escuro , relaxante e mantido a uma temperatura confortável.
  • Tenha colchão e lençóis confortáveis, e procure usar a cama apenas para dormir e sexo.
  • Exercitar-se regularmente e manter uma dieta saudável.
  • Evitar a exposição a telas de computador, televisão ou luz brilhante antes da hora de dormir.
  • Não fazer uma refeição copiosa antes de deitar; evitar álcool e cafeína.
  • Se você não cair no sono depois de 20 minutos, saia da cama e faça algo relaxante antes de tentar novamente.

 

FONTE: Health Day

http://consumer.healthday.com/public-health-information-30/centers-for-disease-control-news-120/a-third-of-u-s-adults-don-t-get-regular-refreshing-sleep-study-708206.html